jump to navigation

Bahia 20 - abril - 2007

Posted by Marcos Reis in Autoria própria, Opinião, Política.
trackback

 

bahia.jpg
Bahia

 

Eu queria poder gostar mais da Bahia, mas ultimamente está difícil… Não tenho nada contra os baianos, mas o que eu tenho visto sair daquele estado com maior projeção não tá agradando… Por exemplo:

– Axé;
– Carnaval prolongado;
– O maior número de beneficiados pelo bolsa família (em contraste com carnaval prolongado, festa, alegria e etc…);
– O mais alto índice de popularidade do Lula (consequência do bolsa-família?);
– Ivete Sangalo;
– ACM;
– A pior etapa do programa Ídolos (grandes vozes cantando axé, e só conseguindo cantar axé, mais nada…);
– Turismo sexual;
– Tráfico de mulheres;
– Macumba;

Já se foi o tempo de destaque do Rui Barbosa, Anísio Teixeira (a propósito, seus pensamentos aplicados cairiam bem pro Brasil hoje), do Jorge Amado, Castro Alves e João Gilberto… Alguém aí me ajuda a gostar mais daquele estado?! E, povo da Bahia, vc’s têm potencial, se puxem um pouco mais pra passar uma imagem melhor ou pelo menos mais diversificada pro resto do Brasil! Resgatem o q vc`s tem de bom e valorizem o que de bom tá escondido aí!

Obs: Novidades!! Na aba superior do blog agora tem um link onde esporadicamente vou postar informações sobre Quiropraxia relevantes para quem tem interesse em tratamento quiroprático (vc já pode ler o primeiro texto e comentar). Também tem outro link onde em vc pode ver e comentar algumas fotos que serão atualizadas em breve. Obrigado pela visita!

Anúncios

Comentários»

1. Dini - 24 - abril - 2007

Baianos são lentos, não gosto de lentos. hahaha

2. Marcos Reis - 25 - abril - 2007

Hehe! Bah, e depois q eu postei parece q eu comecei a ver ainda mais coisas negativas da Bahia, por exemplo:

Jornal Nacional, 23/04/07 – “A Bahia é o estado com pior qualidade de alimentação, não só por falta de alimento mas também por a população não ter hábitos alimentares saudáveis”;

Jornal da Band, 24/04/07 – “Na Bahia um detento pode ficar até 50 anos aguardando julgamento. Existem 10.000 processos parados na justiça. São 6.300 presos em delegacias superlotadas: em uma cela numa delegacia onde caberiam 3 presos, estão alojados 20! E ainda existem 2.000 mandados atrasados!” (Lentos meeeesmo, hehe!)

E dá-lhe axé!

3. Mayanna - 27 - dezembro - 2007

bom, sei q faz meses q postaram isso e provavelmente posso n ter resposta…
mas acho q cm baiana devo me pronunciar. Se infelizmente esses fatos sociais acontecem aki não é p culpa nossa, todos sabem q a grande maioria do norte e nordeste n recebe a devida atenção do governo… logo, aki s concentra a maior taxa de ignorantes e c pouca informação a maioria do povo vota mal e nada melhora… de fato a grande maioria eh comodista, mas pq acham q tudo vai melhorar c a ajuda d Deus e não fazem muito esforço p melhorarem, mas n ker dizer q é p preguiça, o povo daki é mt trabalhador, mas todos kerem q sejam trabalhadores infelizes, a flor da pele cm o pessoal d São Paulo (q p sinal os nordestinos ajudaram a construir e hj são taxados pelo povo d lá d preguiçosos ¬¬ ), mas n é o caso, afinal o povo sabe aproveitar, deixa os problemas d lado e vai s divertir.
Quanto ao Axé , eu tbm n gosto, mas dá p tirar coisas boas daí o Olodum p exemplo, além do trabalho social tem a riqueza rítmica, Carlinhos Brown tbm (tirando certas letras e observando a musicalidade) e pow pq ninguém fala do pagode de SP ou do Funk do Rio, ou o Brega da Paraíba? são tão ruins qt, no mundo todo tah uma febre de coisas q não prestam em termos musicais.

Eu acho q vcs deveriam procurar abrir mais a mente e n generalizar, apesar de todas essas coisas (ruins) q vcs fizeram kestão d citar temos coisas muito boas p equilibrar, aumentando a lista q deram: Raul Seixas, o movimento da tropicalha, os seus mentores são baianos inteligentíssimos, atores como Lázaro Ramos e Wagner Moura… são coisas atuais e boas n? praias lindas, acarajé é uma comida típica q pode n ser muito saudável mas eh uma delícia e no sul tbm n tem churrasco? eu amo meu estado mesmo c todas essas deficiências.

Sei q s vcs conhecessem um pouco do q conheço da Bahia vcs iriam aprender a gostar um pouco mais daki !

ah! e ACM já morreu xD~

eh, acho q n vou obter respostas… mas li isso hj e tive q falar oq penso..
qq coisa m escrevam…

mayanna.ps@hotmail.com

4. Marcos Reis - 27 - dezembro - 2007

Mayanna!

Achei muito boa sua atitude proativa de se pronunciar em prol de seu estado e escrever esse baita comentário! Isso comprova que realmente não podemos generalizar.

Tenho que discordar de algumas colocações, visto serem um tanto controversas. Outras divergências de idéias acontecem por termos pontos-de-vista bem diferentes, sendo o meu externo e o seu interno ou por gosto pessoal, coisa que não se discute.

Mas se minha intenção foi cutucar os baianos (no bom sentido), pelo menos uma eu consegui! hehe! E quando eu for visitar a Bahia e conhecer um pouco melhor, é possível sim que eu goste mais ao descobrir o que de bom está escondido aí, e que isso ofusque as porcarias de projeção nacional.

Abraços!

5. Mayanna - 28 - dezembro - 2007

Oi!
Nossa! Resposta relâmpago! haha
Bom, só fiz minha parte cm baiana (q ironia) rsrs
E não se preocupe, eu entendi perfeitamente o que quis dizer, n levei cm ofensa e achei legal, uma prova q vc s preocupa c o resto do país.
Pode ser besteira, mas o que me deixou mais “grilada” foi o comentário q dizia “baianos são lentos, não gosto de lentos”… tem horas q ficamos saturados d certos comentários, ainda mais qd n passam de “lendas”.
Gostaria de saber quais seriam as colocações um tanto controversas, qualquer coisa poderia esclarecer algo, até pq estava sem dormir e poderia ter me expressado mal em alguma parte.
Ah! Lembre-se, notícias ruins chegam mais rápido q boas, oq não presta costuma ser popular e temos a tendência a gravar c facilidade “porcarias”, logo, o melhor das coisas sempre está de lado.

Obrigada p responder e tenha um ótimo ano novo!

t+

6. Tarcila - 7 - maio - 2008

Faço coro ao comentário de Mayanna, apesar de não saber ao certo se ainda será observado. Sou baiana e reconheço muitas deficiências de meu Estado. Mas todas elas são conseqüências de anos e anos de atraso, escravidão, submissão e preconceito. Estudar um pouco da história brasileira nos leva a esse entendimento. Se você quiser maiores detalhes, procura uma tese de doutorado da USP (sim de SP) sobre a “preguiça baiana”. Quem sabe depois, nós possamos discutir em “pé de igualdade”. Por hora, deixo registrada minha indignação.

Tarcila

7. Marcos Reis - 13 - maio - 2008

Tarcila, todas minhas afrmações são focadas no que a mídia divulga. E estão de acordo com o que a tese da USP identifica. Aliás, achei muito boa a iniciativa proposta pela tese: “passar uma imagem melhor ou pelo menos mais diversificada pro resto do Brasil”, como eu sugerí no post. O intuito da tese não é justificar o atraso, mas mostrar que se está correndo atrás do prejuízo, além de esclarescer a origem de algumas concepções. Vocês baianos não devem vitimizar-se, mas sim arregaçar as mangas e mostrar o valor que têm, aliás, todo o povo brasileiro deveria fazer isso.

8. Diney Junior - 30 - maio - 2008

Eu como Baiano que sou também devo me expressar e responder a seu “ataque”

Eu discordo quase que totalmente de você e esse quase não é em relação ao seu texto, mas sim em relação à imagem fictícia que divulgam da Bahia. A Bahia é um estado bem extenso e não é justo emitir uma imagem uniforme para ela. Existem locais da Bahia, por exemplo, onde o carnaval nem de perto é a festa mais importante. E não o turismo sexual é uma realidade de muitos estados não só da Bahia. Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro também fazem vergonha nesse lado. Já esse negócio de macumba também é uma superstição turística. Sim é claro que existem baianos adeptos ao Umbanda e etc. Mas é apenas um resquício de habitantes passados do estado. E como religião que são merece todo o respeito igual ao que o Catolicismo ou o Protestantismo recebe nos demais lugares. Na verdade o que te incomoda na Bahia não é culpa dela, mas sim de sua falta empenho para compreender o que significa diversidade cultural.

9. Marcos Reis - 30 - maio - 2008

Obrigado pelo comentário Diney, sugiro que releia o texto e os comentários acima para compreender melhor o que significam.

10. ---- - 25 - setembro - 2008

ei vcs não podem falar mau da nossa terra pois foi la que o Brasil nasceu…
e então eu mesmo não ligo disso, mas falar da Ba ai dar probl.

11. Fabiana - 5 - janeiro - 2009

Olá….tudo bem?? Eu sou baiana, mas moro em São Paulo, tanto lá na Bahia como em Sampa existe dificuldades gigantescas e contrastes enormes, que o Brasil inteiro deveria regaçar as mangas e ir a luta, mas…vamos lá….
Estava lendo seu Blog é você acabou de descrever o que a mídia mais divulga, (praticamente fala mais sobre Salvador), gostaria de te passar mais algumas informações, sobre ela que talvez você nem saiba, tem moradores na Bahia que não sabe o que é um acarajé, nunca viram um carnaval, eu por exemplo nunca fui no sertão, eu sei que tem cidades lá que são muito secas, mas nem sei o que passar sede. Ah…também não freqüento Umbanda.A corrupção dos governos lá é muito grande e não é fácil detê-los.Os problemas na Bahia nem se compara ao tanto de podridão que tem nos outros estados brasileiros, como por exemplo o Sul do nosso país onde é grande o número de suicidas e é pouco divulgado pela mídia em geral (e “ninguém” faz nada) como também o número de Umbanda que por lá cresceu muito nos últimos anos (veja o link abaixo). Também o número de trafego de drogas no Sul é maior do que no Rio de Janeiro, mas como eu falei para você, não é bom acreditar em tudo que dizem por aí…falow …acho que problema da Bahia (e do Brasil) é outro.
Outra coisinha ñ gostei nem um pouco do governo (= aos outros) de ACM, ele apenas enrolou o povo (os menos esclarecidos) é claro!!!
…um abraço e Feliz 2009
Aaaaah visite meu blog… http://abahiaedeumsantosojesus.blogspot.com quero que opine também
Fonte:http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI4496-15228,00.html
Fonte: http://www.clube.fm/noticias/?id=4592,INDICE-DE-SUICIDIO-NO-RS-E-O-MAIOR-DO-BRASIL

12. Fabiana - 21 - janeiro - 2009

o endereço do Blog agora é este: http://bahiaparacristo.blogspot.com/
🙂

13. Guilherme - 2 - fevereiro - 2009

Por acaso esbarrei nese blog, e o que me chamou atenção foi a má vontade e preconceito, ou será despeito, com que estão tratando o berço do Brasil.
Concordo com muita coisa de ruim que foi relacionada, mas só existe na Bahia?
Pelo amor de Deus é ligar a televisão para ver.
A Bahia sempre esteve na vanguarda de tudo, sempre mudando o curso das coisas no pais, fugindo da mesmice.
Como não poderia deixar de acontecer, a Bahia apesar de criativa, está seguindo o movimento trash do resto do pais e do mundo.
Faz sucesso quem produz lixo. A educação foi jogada às traças, com o incentivo de um presidente analfabeto.
Bandidos no poder sendo tolerantes com a bandidagem do tráfico.
Como não se contagiar com esse ambiente?
A Bahia não é a causa mas, a maior vítima do caos social do pais, por possuir uma maioria descendente de escravos, sempre tratados a pão e água ao longo da história, somos bastante vulneráveis às promessas e esmolas dos picaretas.

Perai meu rei, cuidado com o andor que o santo é de barro.

14. Marcos Reis - 3 - fevereiro - 2009

Três em um:

1) Anônimo: eu odeio anonimato.

2) Fabiana: “A terra mãe está doente, em todos os aspectos.” – frase de seu próprio blog, e eu sou obrigado a concordar. Aplaudo sua vontade de melhorar as coisas. Sugiro que use menos “Diabo” e mais “Amor” no seu espaço virtual. Mas continua firme!!

3) Guilherme: Não te coloca como vítima. (Aliás, como essa gente gosta de ser vítima!) Isso não ajuda em nada! Vitimizar-se é tão eficaz quanto tomar um veneno esperando que o outro morra. Sim, vc’s são vulneráveis, mas isso não deve ser justificativa, isso deve ser mudado! Tchê, te apruma, coloca esse santo nas costas e corre! hehe!

Aos demais leitores baianos: o problema é que eu só xinguei a Bahia?! Isso foi de propósito! Se eu xingasse tbm o meu Rio-Grande, Santa Catarina, Paraná e etecetera eu não ia incomodá-los. Vc’s iam dizer: “Viu só, todo mundo é ruim, então pq a gente vai querer melhorar?”. Mesmo eu só xingando a Bahia o que eu mais lí foram justificativas! Imagina se eu abro um precedente pra deixar como está!

15. Guilherme - 9 - fevereiro - 2009

Marcos Reis

Você odeia anonimato, mas, você é realmente quem diz que é ?

Quando postei não sabia de que estado você era. Agora que você confessou ser gaucho entendi sua intolerância com a bahia e, imagino, com todo nordestino.

Trata-se de puro racismo e preconceito do mais baixo nível.

Marcos não esqueça o seguinte, nós brasileiros somos todos “filhos da puta” desculpem os demais leitores pelo termo, mas, explico.

Por não sermos uma raça pura, somos filhos de “putas” escravas, indias, portuguesas, e vocês gauchos de putas e putos alemães, na maioria ex nazistas da pior espécie.

Fique na sua, apesar das diferenças somos todos brasileiros, se nos incomodamos com seus comentários e estamos nos dando o trabalho de responder, é porque amamos nossa terra e desejamos sua melhoria, você devia fazer o mesmo.

Se você está insistentemente fazendo essses comentários por ouvir falar na imprensa, sem nunca ter vindo à Bahia, é no mínimo leviandade. Aqui na Bahia a fama dos gauchos é que todos ai são bichinas e bichonas escondidads atrás dos bigodes de macho, mas, devo lhe dizer não saimos por ai denegrindo a imagem da gauchada.

Infelizmente, ou felizmente para vocês, o Rio Grande do Sul é muito ausente na mídea, por essa razão, fica difícil tomarmos conhecimento das mazelas do dia a dia.

Recomendo evitar comentarios que firam a sensibilidade das pessoas, para que seu blog continue sendo respeitado. Caso contrário se prepare para uma enxurrada de baixarias de leitores descontentes.

16. Marcos Reis - 9 - fevereiro - 2009

Caro Guilherme.

Peço desculpas se feri os sentimentos de alguém. Tenha certeza que esta não é a intenção do post e comentários. Talvez eu tenha tocado numa ferida que desconhecia e que ainda permanece aberta…

Ao me rotular como “gaúcho”, a ao rotular os brasileiros como “FDP” você perde toda a razão em falar de racismo e preconceito. Seus argumentos tornam-se contraditórios. Apesar disso acho ótimo que você ame a sua terra e a defenda.

Sinto-me tentado a apagar este post, e alguns comentários, visto a repercurssão negativa que as vezes têm gerado. Mas creio que seria uma forma de mascarar o conteúdo do blog e fugir do problema, o que também não é minha intenção.

Talvez seria uma boa idéia bloquear os comentários. Mas dessa forma eu também poderia passar por manipulador, e me assemelharia à indústria da mídia. Talvez o blog esteja servindo como uma válvula de escape para o que o povo baiano gostaria de dizer para a Rede Globo e demais grandes empresas da mídia que repercutem em larga escala o que reproduzi no post. Mas lá não têm espaço para tais protestos. Então, por hora, continuo correndo o risco de uma “enxurrada de baixarias”. Mas peço encarecidamente que isto não aconteça, pois tenho certeza de que não acrescentaria em nada à imagem do povo baiano.

Agradecido.

17. Fabiana - 12 - fevereiro - 2009

Quando fiz o 1° comentário não sabia que vc era do sul.

Só falei no Diabo uma vez e não tenho a intenção de falar dele no meu blog….mas com relação a sua opinião acima “… de ser obrigado a concordar…” parece que você com seus comentários está querendo ofender e não nos ajudar.

Não sei o porquê esse interesse todo em querer nos ajudar?
Querendo nos despertar e lutar? E acha que ofensas e xingamentos vão mudar alguma coisa? Vai fazer com que nós os baianos mudem toda a cultura, a educação, sociedade, política, saúde, economia da noite para o dia.
Cutucar os baianos (no bom sentido)? E depois sugere falar de mais Amor no blog??? Não entendi???

Precisamos de mudanças e de ajuda sim, mas não de pessoas como você. Precisamos de pessoas que praticam a ética, que gosta e entendam e respeitem sobre diversidade cultural, diversidade racial e étnica e etc.

Cuidado nas suas expressões para não ser tachado (se não já está sendo) de preconceituoso. Sutilmente você dar suas “atacadinha” com seus comentários preconceituosos (me parece) camuflado em suas expressões!

E gosto não se discute! O simples fato de você não gostar de Axé ( que alias a mídia que deu o nome a uma expressão aos ritmos “inventados” na Bahia ou os rítmos de raízes africanas e qualquer música cantada ou tocada por um baiano é axé). Você está querendo dizer o quê com isso?

Bem se esta for a sua intenção, eu só tenho que lamentar e concordar sobre o preconceito em todos os aspectos existente aqui no Brasil.

Eu não vou ficar aqui descrevendo as piores coisas que tem no Sul e as melhores, afinal só conheço de ouvir falar e o que a mídia mostra.

Se vc mora em um estado bem sucedido, onde o governo prioriza educação, e cidadania, onde apresenta bons índices sociais. Sorte a sua!

Eu desejo o mesmo para o meu estado e para as outras Regiões do Brasil!

Fique em paz,

18. Marcos Reis - 12 - fevereiro - 2009

Vamos nessa, outra vez…

Em toda essa discussão eu percebo três coisas: [1] somos muito diferentes; [2] eu sou muito limitado para conseguir harmonizar essas diferenças e [3] minhas singelas opiniões tem o potencial de desencadear uma cascata incontrolável de interpretações e sentimentos.

Agora concordo com a Fabiana, e me parece que realmente vocês não precisam de pessoas como eu (que ficam escrevendo coisas na internet). Precisam de alguém que atue diferente. Pelos mesmos ideais, mas de forma diferente.

Kra, isso tudo é muito complexo! Humildemente “to tirando o meu (blog) da reta”! Não – opino – mais – sobre – a – Bahia.

Agradeço a Mayanna, a Tarcila, o Diney, o “anónimo”, a Fabiana e o Guilherme por disporem de seu tempo para argumentar.

Aquele abraço!

19. Maffei - 13 - fevereiro - 2009

Meu, esse post deu o que falar, “pegou fogo” e a Bahia continua a mesma coisa…

Eles precisam mesmo de alguém que atue de uma maneira diferente…
E urgente…

Abraço.

20. Guilherme - 14 - fevereiro - 2009

Pensei que a polêmica havia terminado, mas, como isso não aconteceu, vamos a luta.

Vamos tentar esclarecer as coisas:

– Marcos o “Rei” e dono da verdade, você percebeu que a partir de suas observações sobre a Bahia o seu Blog ficou agitado, interessante, polêmico?
Assim é essa terra, mística, plural, cosmopolita, alegre, triste, ignorante, culta, diferente, bela, feia, rica, pobre, pacífica, violenta, contraditória, midiática, interessante.
Convido você e todos os brasileiros a fazer um roteiro pela Bahia, conhecê-la melhor, conhecer as raizes e se identificar como brasileiro.
Por favor não vamos reproduzir o que a imprensa catástrofe e mercenária seleciona intencionalmente para denegrir a imagem de um estado ou região. Vamos lembrar que a bola da vez já foi o Rio de Janeiro, agora é a Bahia.
Tenho a impressão que são interesses financeiros, prestem a atenção que nos diversos noticiários da tv, principalmente de uma grande rede nacional, existe uma obrigatoriedade de se mostrar pelo menos uma matéria sobre dois estados nordestinos concorrentes da Bahia em destino turístico. Por mais ridículo que seja o assunto, a materia é colocado no ar, e , claro, sempre de maneira positiva. Não ha nada de errado nesses estados?
– Não existe carnaval prolongado. A Bahia é dez vezes maior que o RGS, a maior parte dos municípios fazem o carnaval fora de época, o que dá a impressão na imprensa que a Bahia está em permanente festa.
O carnaval de Salvador, o maior deles, é atualmente uma industria que gira milhões de reais, e leva somente 5 dias, incluindo o sábado e o domingo.
– A umbanda que na Bahia é chamada de candomblé, é sim uma religião afro, do bem, onde os orixás são entidades que representam a floresta, a lua, o sol as águas do rio e do mar, o fogo,etc.. Não confunda com os vodus haitianos criados pelos filmes americanos.
– Você devia respeitar a memória de ACM, com todos os seus defeitos e ecertos, e desculpá-lo por ter tido a coragem e ousadia de trazer a fábrica da FORD para a Bahia, retirando esse privilégio do sul maravilha, especialmente do seu RGS.
ACM para quem não sabe, é uma figura polêmica, amado e odiado, mas sem dúvida um grande representante da política brasileira, como o seu Brizola por exemplo.
-Não me consta que a Bahia seja um polo exportador de mulheres, de turismo sexual, drogas etc. Acho que outros estados merecem mais esse título, o seu por exemplo.
-Às pessoas que postaram preocupadas achando que a Bahia continua a mesma coisa e precisa realmente de um Cristo Salvador, quero tranquilizá-las, a Bahia realmente continua a mesma coisa, linda, acolhedora, fraterna, enfrentando os seus problemas sociais com dignidade e oferecendo aos milhões de turistas que a visitam anualmente todo o conforto e hospitalidade que merecem todos os irmãos brasileiros.
-Quanto ao apoio a Lula(não ao PT) trata-se do Lulismo que na Bahia continua forte, coisa que não entendo, pois o presidente depois de eleito deu as costas para a Bahia.
– Deixamos para comentar sobre Ivete Sangalo no final.
Marcos o Rei, não me faça a creditar que os gaúchos não gostam de mulher bonita. Mesmo que não você não aprecie a música cantada por baianos(não falei axé), se você gostasse da fruta, tirava o som e ficava só olhando aquela coisa linda dançar, fala sério.

Espero ter esclarecido aguma coisa aos menos informados, provavelmente não voltarei a postar novamente.

Um abração para os baianos que responderam a altura o ataque de Marcos o Rei da cocada preta.

21. Marcos Reis - 16 - fevereiro - 2009

[1] – Maffei: é continua a mesma coisa… infelizmente…

[2] – Guilherme: Tirando suas ironias a respeito do meu nome vc até melhorou sua argumentação. Se você gosta da Bahia do jeito que ela está, curte! Só que forçou pro lado do ACM neh… hehe! Abraço.

22. Maffei - 17 - fevereiro - 2009

Cara, a única coisa que eu achei ridícula foram as pessoas que não souberam argumentar sem usar ironias e palavrões…isso sim foi ridículo. Eu acho que, cada um “posta” sobre o que quiser e cada um lê o que quiser…
Também concordo, se a Bahia tá legal assim para as pessoas que estão curtindo ela do jeito que tá, tranquilo…
Só não critiquem as pessoas que querem que ela mude…porque, afinal, o Brasil é “um país de todos”.

Abraço Markitos…(o rei da cocada preta)

23. GUILHERME - 18 - fevereiro - 2009

Maffei

Na minha terra tem um ditado popular que diz: “QUEM FALA O QUE QUER HOUVE O QUE NÃO QUER”.
Não desejo ficar postando nesse blog, mas sempre que alguem se referir ao que postei sinto-me na obrigação de retornar ao mesmo.
Preste atenção ao que escrevi. O palavrão da forma como foi empregado não teve o objetivo de xingamento, apenas foi utilizado como figura de linguagem para demonstrar que nós brasileiros não temos condição de discriminar nenhuma região uma vez que se formos analisar nossa árvore genealógica sempre vamos encontrar um homem ou mulher europeia, africana, ou india desgarrada de suas origens, e, muitas vezes, sim, mulheres da vida, infelizmente.
A ironia foi empregada com Marcos o Rei da cocada preta, para que o mesmo tenha mais humildade. A atitude mais correta que ele deveria ter seria pedir formalmente desculpas a todos os baianos que postaram incomodados com suas críticas sem conhecimento de causa.
Agora lhe pergunto, você diz em seu texto: “se a bahia ta legal assim para as pessoas que estão curtido ela do jeito que tá, tranquilo…? ,

ASSIM COMO? NÃO ENTENDI SUA COLOCAÇÃO.

24. Maffei - 18 - fevereiro - 2009

GUILHERME:

ASSIM COMO A GENTE TEM VISTO EM QUALQUER EMISSORA…OU ALGO DO GÊNERO…

Cara, vc falou de humildade e que ele deveria pedir desculpas, mas, como vc mesmo expressou, quem somos nós pra julgar alguém…
Cara, o que parece é que vc tem se feito de vítima, mas estamos falando da Bahia em geral, e não de uma pessoa expecífica…o fato de termos essa opnião sobre a Bahia não quer dizer que achamos que aí não existam pessoas legais e bacanas…

(também acho que no momento em que vc ironizou, vc perdeu totalmente a razão)
Pelo que tenho lido, nenhuma pessoa se dirigiu a vc com ironias.
Mais uma coisa quanto ao Markitos, se vc reler os comentários vai perceber que ele já se redimiu cara…

Abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s